Ofertas promocionais

Ofertas são preços baixos que perduram por um curto período de tempo. Essa é uma questão fundamental na estratégia de marketing dos empresários, portanto seus impactos observados do ponto de vista do público serão considerados aqui.

Promoções são conhecidas por toda a parte como ferramentas para agilizar as vendas de um produto. Resumem-se a um incentivo a curto prazo que objetiva estimular a venda ou compra de um serviço. As ofertas podem ser divididas em cupons (código que garante vantagens sobre a compra ou sorteios organizados pelo empreendedor); brindes (artigos oferecidos gratuitamente como incentivo à compra de determinado produto); concursos (permitem o engajar do comprador num sorteio de um ótimo prêmio); desconto na venda (possivelmente o método mais usual, que se define como um abatimento no valor do serviço oferecido). As ofertas não se restringem apenas aos clientes, mas também para possíveis representantes. O alvo da promoção vai depender do objetivo do anunciante. Muitas empresas tem utilizado a estratégia de promover promoções de seus serviços a fim de conquistar seus compradores.

As promoções na internet

promoções

Com a evolução da internet, despertar o olhar das pessoas para promoções não é objetivo simples, considerando que a concorrência está consideravelmente mais forte e acirrada. Considerando todas as estratégias propostas, evidentemente torna-se necessário definir regras a fim de controlar práticas desonestas. Porém nem todos os países colocam tais restrições para vigorar. Uma oferta pode ajudar de maneira positiva o desempenho de divulgação de um serviço. Quando um comprador enxerga uma oferta, sua percepção fica mais aguçada no serviço. Essa estratégia permite que o comprador descubra o serviço ofertado pela marca em questão em vez de outro serviço da concorrência. Além disso, esse consumidor acaba descobrindo juntamente o estabelecimento como um todo, acrescentando esse estabelecimento às suas referências de empresas. Na rede, os endereços eletrônicos têm promovido cada vez mais ofertas nos mais diversos setores. Observe, por exemplo, o site: http://www.descontolocal.com.br/promocao. O constante crescimento da internet faz com que inúmeros sítios eletrônicos visem obter bons retornos nas vendas. Atualmente, a rede permite a interação com redes sociais, o que permite, por sua vez, superior engajamento com a empresa em todos os sentidos. As redes sociais, como Google Plus, Twitter, etc., motivam a participação do usuário com as páginas e os perfis de empresas de negócios, pois estas são os principais meios por meio do qual essas redes recebem dinheiro. A possibilidade de acontecer de uma propaganda tornar-se viral por si só representa um motivo mais do que aceitável para fazer a propaganda ser viável economicamente, dado o possível benefício da dispersão do anúncio em massa (sonho de todo anunciante). Contudo inúmeros sites e lojas têm mostrado valores de descontos ilusórios para o comprador. Esse ato traduz-se em pegar um serviço que já tem um preço estabelecido e apresentá-lo como se ele tivesse um preço maior e que esse valor foi reduzido numa quantidade tal que resultou no valor atual. A conhecida nos outros países como Black Friday, que agora ocorreu no Brasil ano passado, foi um forte exemplo de aplicação dessa prática. Fato esse que, por consequência, não agradou os consumidores em geral. A expectativa, quem sabe, para essa prática é não continuar, considerando o desagrado dos consumidores. Porém fica o questionamento no ar. Essa questão só será respondida com o passar do tempo.